Principais Técnicas Utilizadas na Medicina Tradicional Chinesa

Medicina Tradicional Chinesa

São práticas milenares que foram evoluindo no decorrer da história e que são utilizadas hoje, na China e diversos lugares do mundo, como medicina alternativa, com caráter complementar – e não substitutivo – à medicina alopática.

Ela tem como princípio básico a ideia de que, além do corpo físico, nós possuímos uma energia vital chamada de qi ou chi, que circula pelo corpo por meio de canais denominados meridianos.

Quando a circulação da energia qi é interrompida pelo bloqueio ou obstrução dos meridianos (causado por estresse, má alimentação, sedentarismo, entre outros fatores), há um desequilíbrio no organismo, que resulta em uma doença.

Assim, a medicina tradicional chinesa não enxerga uma doença sob a mesma ótica da medicina convencional.

Enquanto a última se preocupa em tratar e aliviar os sintomas gerados por uma doença, a MTC investiga, a partir de um sintoma, as verdadeiras causas desse desequilíbrio, analisando o corpo como um todo. Assim ela é capaz de atuar não apenas nos sintomas, mas também nas causas de uma doença, agindo de forma mais completa e até preventiva.

A medicina tradicional chinesa (MTC) é um conjunto de práticas da medicina tradicional oriental oriunda China Antiga.

Ela engloba muitas práticas diferentes, está enraizada na filosofia antiga do Taoísmo e remonta há mais de 5.000 anos.

São práticas milenares que foram evoluindo no decorrer da história e que são utilizadas hoje, na China e diversos lugares do mundo, como medicina alternativa, com caráter complementar – e não substitutivo – à medicina alopática.

Ela tem como princípio básico a ideia de que, além do corpo físico, nós possuímos uma energia vital chamada de qi ou chi, que circula pelo corpo por meio de canais denominados meridianos.

Quando a circulação da energia qi é interrompida pelo bloqueio ou obstrução dos meridianos (causado por estresse, má alimentação, sedentarismo, entre outros fatores), há um desequilíbrio no organismo, que resulta em uma doença.

Assim, a medicina tradicional chinesa não enxerga uma doença sob a mesma ótica da medicina convencional.

Enquanto a última se preocupa em tratar e aliviar os sintomas gerados por uma doença, a MTC investiga, a partir de um sintoma, as verdadeiras causas desse desequilíbrio, analisando o corpo como um todo. Assim ela é capaz de atuar não apenas nos sintomas, mas também nas causas de uma doença, agindo de forma mais completa e até preventiva.

Algumas Técnicas Utilizadas na Medicina Tradicional Chinesa:

Aplicação Sistêmica (Acupuntura) é a inserção de agulhas na pele em pontos estratégicos do corpo. Tem como objetivo produzir a cura através de mecanismos energéticos e fisiológicos. O mecanismo energético é o equilíbrio dos canais por onde a energia do corpo transcorre, os meridianos; o fisiológico é a liberação de substâncias analgésicas e anti-inflamatórias produzidas pelo próprio organismo – endorfinas, serotoninas, prostaglandinas e encefalinas.

 Ventosaterapia: consiste na aplicação de recipientes de plástico ou vidro na pele, promovendo sucção nos músculos superficiais. Possui objetivo de ativar a circulação, descongestionar e desobstruir o fluxo energético nos meridianos.

Moxaterapia consiste na aplicação de bastão aceso contendo a erva medicinal Artemísia em certos pontos de acupuntura. Promove produção de calor penetrante, visando a ativação e circulação da energia.

Auricoloterapia: Aurículo (orelha) + terapia (tratamento). Técnica de diagnóstico e tratamento através de pontos específicos localizados na orelha. A estimulação desses pontos reflete diretamente no córtex cerebral, no sistema nervoso central e atua no equilíbrio dos canais de energia do corpo.

Magnetoterapia é a aplicação de ímãs em regiões específicas do corpo. Atua através da influência dos campos magnéticos estáticos – Pólos Norte e Sul – sobre o corpo humano. Utiliza-se o pólo Norte para obter vasoconstrição ou sedação e o Pólo Sul para vasodilatação ou ativação.

Eletroterapia consiste no uso de correntes elétricas para estímulo terapêutico dos pontos de acupuntura. Pode ser feita utilizando-se eletrodos ou caneta localizadora e estimuladora de pontos (Search N´ Stim). Atua como complemento ou substituto da terapia com agulhas, com o objetivo de promover a circulação energética.

Quiroacupuntura é uma técnica de tratamento que estimula pontos específicos localizados nas mãos através da inserção de pequenas agulhas. Estes pontos, quando estimulados, refletem diretamente nos órgãos, equilibrando a energia do corpo.

Acupuntura Abdominal Chinesa envolve a aplicação de agulhas na região abdominal. Atua diretamente nos órgãos, levando ao equilíbrio dos canais energéticos.

Deixe seu comentário: