LOMBALGIA

LOMBALGIA

LOMBALGIA

A região lombar é um local frequente de algias cujas intensidades variam dependendo do caso. Para a Medicina Ocidental a desestruturação do sistema osteoligamentar, processos inflamatórios, degenerativos e tumorais são causas da lombalgia. E é uma dor que ocorre nas regiões lombares inferiores, lombos sacrais ou sacrilíacas da coluna lombar. Se torna mais frequente na medida em que as pessoas envelhecem, mas pode afetar pessoas de todas as idades, sendo causada por má postura, stress, sedentarismo, excesso de peso, um mal jeito nas costas ou pode estar associada a outras doenças, como hérnia de disco ou artrose na coluna. Ela pode ser acompanhada de dor que se irradia para uma ou ambas as nádegas ou para as pernas na distribuição do nervo ciático (dor ciática).

Essa patologia pode ser classificada como do tipo aguda ou do tipo crônica, dependendo do tempo de presença dos sintomas e do quadro que o indivíduo apresenta. Os sintomas e a intensidade da lombalgia variam a cada indivíduo. Na melhor das hipóteses pode ser uma dor leve e chata, ou uma dor muito intensa e incapacitante, que impede a realização dos afazeres domésticos e profissionais.

 

Lombalgia – Tratamento pela Medicina Chinesa

LOMBALGIA tratamento

A Medicina Chinesa associa o aparecimento da lombalgia, na maior parte dos casos, a deficiência de yang nos rins, provocando diminuição do fluxo sanguíneo ao local, dor intensa e limitação de movimentos.

Na MTC, a lombalgia pode se apresentar de diferentes formas, sendo a diferenciação feita a partir de desequilíbrios energéticos que acometerão os canais de energia. Os canais de energia principais também são chamados de meridianos. São as vias onde circula a energia vital (ancestral, nutridora e defensiva), ou seja, Qi e Xue. Aplica-se agulhas nos pontos correspondentes na superfície corporal para assim regular Qi e Xue nos canais. Estes canais estão ligados mais profundamente aos Órgãos (Zang) e Vísceras (Fu) e se externam em ramificações mais superficiais na pele, voltando a se aprofundar em seguida, da mesma forma que outros sistemas de nosso corpo, como o sistema nervoso e o sistema circulatório. Esta rede é formada por meridianos principais, extras, distintos e outras ramificações e canais secundários.

Portanto, no tratamento para lombalgia são escolhidos pontos que terão como função harmonizar as energias em desequilíbrio, e assim, melhorar a dor. E para potencializar o efeito da acupuntura, podemos utilizar a eletroacupuntura, onde são utilizados aparelhos elétricos que, conectados às agulhas, transmitem estímulos a determinados pontos do corpo com o objetivo de desobstruir e equilibrar o fluxo de energia Qi. Somados os estímulos da agulha e a eletricidade, há um maior efeito analgésico.

A auriculoterapia também pode ser utilizada para amenizar a dor na lombar, os pontos na orelha podem ser usados conjuntamente no tratamento sistêmico (acupuntura), somando benefícios na melhora do paciente. O tratamento não visa apenas tratar o local ou órgão comprometido, mas age sobre todo o sistema, estimulando o mecanismo de compensação e equilíbrio em todo o organismo para sanar o problema.

Outras técnicas que podem auxiliar no alívio da dor lombar  é a ventosaterapia, que ativa as terminações nervosas, fazendo o organismo liberar vários tipos de substâncias neurotransmissoras e endorfinas com a finalidade de promover a circulação sanguínea no local, bem como de produzir analgesia e relaxamento, e a bandagem terapêutica que funciona como um método de alívio à dor recrutando ou inibindo a função muscular, promovendo estabilidade articular, além de atuar ainda no controle da temperatura corporal e circulação sanguínea.

Nutrientes para se ter uma estrutura óssea e muscular forte e saudável

Sabe-se que pessoas que estão acima do peso ou com obesidade estão significativamente mais propensas à degeneração do disco intervertebral que leva ao desenvolvimento de dores da coluna do que aqueles que mantém um peso normal. Por isso mesmo, manter uma boa alimentação pode auxiliar no tratamento e na prevenção das dores lombares.

Além disso, alimentos anti-inflamatórios podem auxiliar no tratamento da dor através de algumas substâncias contidas neles que são capazes de aumentar a liberação de hormônios que auxiliam na resposta inflamatória. Entre elas estão: o ácido graxo ômega 3, a alicina, a antocianina e a vitamina C, presentes em alimentos como gengibre, cúrcuma (açafrão), alho, linhaça, brócolis, uva, amora, acerola, romã, etc. Em contrapartida, excessos de açúcar, carnes gordurosas, guloseimas e fast-food podem aumentar a inflamação e contribuir para o ganho de peso, aumentando o desconforto.

 

Deixe seu comentário: